E chegamos a 2014!

enchente em Nova Venécia

Blogonave em vôo soberano no ciberespaço
que desejamos cada vez mais democrático!


Não podemos nos queixar exageradamente de 2013: tivemos muitas manifestações pelo país, perdi amigos a quem tinha em alta estima, a chuva barbarizou o Espírito Santo (o espaço geográfico da vez para tragédias da natureza...), nosso futebol ficou sem os Santos (foram-se Djalma Santos e Nilton Santos, mas esses merecem um capítulo à parte). A violência urbana continua cada vez mais assutadora!

Mas também Edward Snowden mostrou, mais uma vez, quem é e como age “Tio Sam” - embora o wikileaks (Julian Assange) já tivesse escancarado suas tramóias anteriormente – como tivemos também a indicação do fantástico Papa Francisco para suceder Bento XVI, que renunciou. Ele esteve na Jornada Mundial da Juventude no Rio e impressionou muito.

A economia mundial começou a se recuperar; o pré-sal se consolidou trazendo grande alento para os brasileiros em termos de economia, competência e evolução tecnológica e perspectivas para o futuro, com recursos garantidos para educação e saúde. Ficou confirmada a disposição do governo americano de invadir o Basil durante o golpe de 1964, caso houvesse contratempos com o episódio, com a divulgação de gravações do presidente estadounidense à época, John F. Kennedy.

Decidimos pela compra dos caças suecos, após muitos anos de expectativa. O salário mínimo nunca esteve com poder aquisitivo tão valorizado desde a década de 50 (); ficou ainda menor a parcela de brasileiros na faixa da pobreza extrema, embora ainda existam 16,2 milhões de brasileiros nessa faixa.

Agora já estamos em 2014: além do carnaval, ainda teremos copa do mundo no Brasil e eleições para presidente e governadores, além dos senadores,deputados federais e estaduais.

Na instância desse blog, vou tentar abordar mais a proposta da Constituição, na perspectiva da educação popular – lembrando que educação popular não é definida como simplesmente “educação de classes populares” mas uma educação onde educador e educando interagem, aprendendo e ensinando mutuamente, valorizando os saberes de cada componente. Isto em rápidas palavras.

Vamos torcer para termos menos violência e mais tranquilidade, pois o brasileiro merece. E torcemos também para nossos sucessos na economia e no futebol.

Afinal, a bola é paixão nacional!

Até a próxima!

PS: PESQUISAS NA HEMEROTECA

Conforme havia indicado anteriormente, passo a vocês como faço pesquisas na Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional:

Digite o endereço da Hemeroteca no seu navegador: http://memoria.bn.br/hdb/uf.aspx

Hemeroteca Digital da Bibliotea NacionalNa página que segue (conforme figura ao lado), selecione:

1 - Escolha um local

Selecione ES (para periódicos do Espírito Santo, obviamente).

2 - Escolha um período

Selecione a década que deseja pesquisar.

3 - Escolha um periódico

Embora se possa optar por somente um periódico, é interessante selecionar TODOS.

4 - Digite para pesquisar

Coloque a palavra desejada. (UtilizeiCaieiras, Caeiras, Caleiras e Calleiras, uma de cada vez.)

Clique no botão pesquisar e aguarde. Rapidamente abre-se uma nova janela com a relação de ocorrências da palavra apresentada em cada periódico. Coloque o mouse no sinal de + (aparece à direita) e selecione "ir para a primeira ocorrência". Daí vem nova janela com a cópia do periódico.