Origens

Milton José em 1954 Milton José Lyrio Simonetti nasceu no ano de 1953, na Santa Casa de Misericórida, em Vitória-ES, tendo vivido até seis meses de vida na Vila Batista, Vila Velha, com seus pais e avós paternos. Em seguida seus pais se mudaram para a Ilha das Caieiras, em imóvel construído pelo avô materno, onde hoje se instalou o Museu Manoel dos Passos Lyrio. Nesse sobrado viveu até 17 de março de 1962, quando a família, já ampliada, se mudou para a Rua Frederico Ozanan, na época conhecida apenas como "Contorno", referindo-se à Rodovia Serafim Derenzi. O sobrado é visto na foto da Ilha as Caieiras de 1975, bastante iluminado pelo sol da tarde.

Após os convencionais traçados proporcionados pela vida, hoje reside em Vitória com a esposa Luciana. Algum dia a trajetória de vida será escrita... rs.

Milton SimonettiSeus pais foram Milton Simonetti, nascido em 1925 e falecido em 1981 e Wanda Lyrio Simonetti, nascida em 1930 e falecida em 2011. Por muitos anos seu pai assinou Milton Penna Simonetti, tendo posteriormente descoberto que o sobrenome Penna não constava em sua certidão de nascimento. Sua mãe também assinou, durante a infância, Wanda Teubner Lyrio, tendo descoberto já no Curso Propedêutico (hoje ensino médio) que havia sido registrada com os dois sobrenomes do pai, tendo seu registro de nascimento sido grafado como Wanda dos Passos Lyrio. Após o casamento deles, em 5 de julho de 1952, passou a assinar Wanda Lyrio Simonetti. Milton, seus pais e irmãos, além de uma afilhada e do cachorrinho da casa, aparecem juntos na foto abaixo, de 1975.Familia, afilhada e cachorro...

Seus ancestrais tem ascendências como mostradas nas figuras apontadas pelos nomes de seus pais.

Detalhadamente, a Família Simonetti tem suas origens identificadas pelo primo potiguar Ormuz Barbalho Simonetti, que exaustivamente pesquisou a vida do imigrante italiano que chegou ao Brasil por volta de 1820, e seus inúmeros descendentes, dentre os quais ele (Ormuz) e Milton. Abaixo as fotos dos avós maternos, da avó paterna e do avô paterno.

Ana e Manoel, avós maternos Aurora, avó paterna Simonides, avô paterno

No momento, a ancestralidade está identificada assim:

1 - Milton, filho de 2 - Wanda Lyrio Simonetti e 3 - Milton Simonetti

2 - Wanda Lyrio Simonetti, filha de 6 - Manoel dos Passos Lyrio e 7 - Ana Teubner Lyrio

3 - Milton Simonetti, filho de 4 - Aurora Penna Simonetti e 5 - Simonides da Rocha Simonetti

4 - Aurora Penna Simonetti, filha de 8 - Joanna Jimenez Penna (espanhola) e 9 - Augusto Sergipense Penna

5 - Simonides da Rocha Simonetti, filho de 10 - João Baptista Simonetti Filho e 11 - Carolina da Rocha Simonetti

6 - Manoel dos Passo Lyrio - paternidade ainda não identificada

7 - Ana Teubner Lyrio, filha de 12 - Frederico Teubner e 13 - Anna Teubner

8 - Joanna Jimenz Penna, filha de 14 - Francisca Troyano Jimenez e 15 - Nicolas Jimenez Sanches

9 - Augusto Sergipense Penna, filho de 16 - Francisco Penna (estado de Sergipe, provavelmente) e 17 - Alexandrina Penna (estado de Sergipe, provavelmente)

10 - João Baptista Simonetti Filho (Rio Grande do Norte), filho de 18 - João Baptista Simonetti e 19 - mãe ainda não identificada

11 - Carolina da Rocha Simonetti (Rio Novo do Sul - ES), filha de 20 - Paulino da Rocha e 21 - Isabel da Rocha

12 e 13 - Frederico Teubner (alemão) e Anna Teubner (brasileira) - paternidades ainda não identificadas

14 e 15 - Espanhóis, paternidades não identificadas

16 e 17 - paternidades ainda não identificadas

18 - João Baptista Simonetti, filho de 22 - Giovanni Baptista Simonetti (italiano, Gênova) e 23 - Gertrudes Guilhermina da Costa Simonetti (Rio Grande do Norte)

19, 20, 21 e 22 - ascendências ainda não identificadas

23 - Gertrudes Guilhermina da Costa Simonetti, filha de 24 - Antônio José da Costa Barbalho e 25 - Maria Germana Freire do Revoredo

24 - paternidades ainda não identificadas

25 - Maria Germana Freire do Revoredo, filha do capitão-mór 26 - Bento Freire do Revoredo e 27 - Mônica da Rocha Bezerra.

26 - Bento Freire do Revoredo, filho de 30 - Diogo Marques Revoredo (portugues) e 31 - Inácia Carneiro

27 - Mônica da Rocha Bezerra, filha de 28 - Mônica Borges da Rocha Bezerra e de 29 - Leonardo Pinheiro (Coelho)

28 - Mônica Borges da Rocha Bezerra, filha de 32 - Julião Borges e 33 - Mônica da Rocha Bezerra (provavelmente espanhóis, pois colocam o sobrenome paterno antecedendo o materno).

Ilha das Caieiras, por-do-sol, ano de  2007
Foto do por-do-sol na Ilha das Caieiras

Página (em inglês) da família Simonetti na Itália Brasões de família